Os 6 melhores blogs jurídicos para todo advogado acompanhar - Turivius
loader-logo

Equipe Turivius

Equipe Turivius
 

Os 6 melhores blogs jurídicos para todo advogado acompanhar

Turivius: sua nova forma de fazer pesquisa jurisprudencial tributária

Ser um profissional de direito antenado e informado deixou de ser opção há algum tempo. Hoje em dia, com o dinamismo da informação em rede, conhecer os melhores blogs jurídicos e consumir conteúdo atualizado diariamente tornou-se uma obrigação.

Pensando nisso, preparamos uma lista com os 6 melhores blogs jurídicos que todo advogado deve acompanhar. 

Se você está iniciando sua graduação, prestes a prestar o exame da OAB ou já atua na área e quer adquirir mais experiência, este artigo é pra você! 

Como saber quais são os melhores blogs jurídicos? 

Ao mesmo tempo em que democratiza a informação e facilita o acesso a informações que antes não estariam disponíveis, a internet também possibilita a criação de muito conteúdo com pouca credibilidade e confiabilidade nos dados apresentados. 

Por isso, é essencial ter um bom crivo na hora de escolher os canais para acompanhar. 

Nossos critérios de escolha para bons blogs jurídicos são: 

  • Trazer notícias constantemente atualizadas;
  • Ser um portal com credibilidade;
  • Oferecer conteúdo rico e multimídia (textos, vídeos, imagens etc.);
  • Aborda assuntos tanto de forma geral quanto específica.

A seguir, falaremos sobre os 6 melhores blogs jurídicos para seguir. Confira! 

1. JusBrasil

O JusBrasil é conhecido por ser o maior portal jurídico do Brasil, e tem como objetivo informar, educar e desmistificar assuntos sobre direito para leigos e iniciantes. 

No portal, é possível acompanhar notícias, artigos elaborados por profissionais da área, legislação, jurisprudência e modelos de peças jurídicas. 

Um dos diferenciais do portal JusBrasil é a presença de uma comunidade de advogados cadastrados (que já passa dos 580 mil), que compartilha informações e presta serviços aos usuários de acordo com a cidade em que se localizam. 

jusbrasil-melhores-blogs-jurídicos

2. ConJur

O portal Consultor Jurídico, ou ConJur, também é um dos melhores blogs jurídicos disponíveis. Traz atualidades, opiniões de profissionais de diversos segmentos do direito e informações categorizadas, além de uma livraria online com títulos recentes e clássicos da área jurídica. 

Na categoria Entrevistas, é possível ter acesso a conversas sobre diversas temáticas (como direito de defesa, atuação política ou ideias inovadoras) com advogados e profissionais de destaque no setor. 

conjur-melhores-blogs-juridicos

3. Jota

Temos aqui uma dica diferente das anteriores: o portal Jota, fundado por um grupo de jornalistas especializados na cobertura de assuntos do poder judiciário. 

Por meio de um olhar externo, mas muito próximo da área, o Jota disponibiliza para acesso coberturas de assuntos relacionados ao direito de forma simples e acessível a qualquer pessoa, até mesmo aquelas que não possuem formação na área. 

Atualmente, o Jota recebe entre 700 mil e 1,7 milhão de acessos no portal por mês, e se consolidou como uma referência para quem busca dados corretos e precisos sobre o que acontece no mundo jurídico. 

É uma excelente dica de leitura para advogados especializados em tributação e demais interessados no tema. 

jota-melhores-blogs-juridicos

4. Migalhas

O Migalhas é verdadeiro prato cheio para quem quer acompanhar informações jurídicas. Além de notícias e reportagens, o leitor pode acessar artigos, jurisprudência, agenda de eventos, consultar a legislação e muito mais. 

A intenção do portal é reunir todo tipo de informações jurídicas relevantes em um só lugar, contando com o apoio de colaboradores externos que alimentam as variadas sessões do site. 

migalhas-melhores-blogs-juridicos

5. Âmbito Jurídico

Indo além de ser simplesmente um blog, o Âmbito Jurídico é, também, uma revista eletrônica

Isso significa que, além de oferecer notícias separadas por cadernos (como Direito Ambiental, constitucional, penal, biodireito, internet e informática, resenhas etc.), o portal dá acesso, também, a trabalhos e artigos, o que torna o Âmbito Jurídico uma excelente fonte de pesquisa para produções acadêmicas. 

Além disso, ao enviar um conteúdo para o site, é possível ganhar visibilidade e credibilidade profissional na internet ao mesmo tempo em que complementa o currículo lattes

ambito-juridico-melhores-blogs-juridicos

6. Justificando

O Justificando se define como um portal essencialmente jovem, que tem como objetivo se tornar a fonte de artigos e notícias jurídicas das gerações atuais e futuras que, com seu caráter questionador, buscam informações sob diferentes óticas e vieses. 

O próprio portal, em sua aba Apresentação, diz que deseja “influenciar aqueles que amanhã serão os juízes, ministras, promotores, advogadas e professores, como também plantar a semente do questionamento na mente das pessoas que já estão praticando o direito”.

Ficou curioso? Então acesse e confira as notícias, colunas, entrevistas e podcasts do Justificando! 

justificando-melhores-blogs-juridicos

Por que acompanhar blogs jurídicos? 

Ser um profissional atualizado nas notícias do setor e na forma como elas impactam em nosso país (e no mundo) é uma forma de se diferenciar dos demais profissionais.

Além disso, além de contribuírem para uma compreensão mais profunda sobre as nuances políticas e econômicas do país, os melhores blogs jurídicos também são ferramentas muito úteis para pesquisas complementares à rotina de trabalho. 

Se você gostou deste conteúdo e deseja acompanhar mais notícias e informações sobre o universo do direito, assine nossa newsletter e receba diretamente em sua caixa de e-mails nossos artigos sobre o tema! 

Inscreva-se para receber notícias

Não perca nenhuma notícia publicada no blog da Turivius!

Turivius: sua nova forma de fazer pesquisa jurisprudencial tributária

Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Publicações Relacionadas

principais classificações dos tributos

Principais classificações dos tributos

As principais classificações dos tributos no Brasil são as seguintes: vinculado e não vinculado, direto e indireto, fixo e proporcional, progressivo e