Tendências para a advocacia: o que esperar para o futuro - Turivius
loader-logo

Morgana Alencar

Avatar
Advogada, Membro da Comissão Especial de Direito Digital da OAB/SP e escritora 

Tendências para a advocacia: o que esperar para o futuro

Turivius: sua nova forma de fazer pesquisa jurisprudencial tributária

A pandemia do coronavírus foi o fator que acelerou um processo que estava em andamento: a modernização da advocacia

O crescimento do papel do advogado freelancer, a mudança cultural com maior liberdade na atuação de advogados colaboradores, a utilização de ferramentas como o visual law e tecnologias como a jurimetria são alguns dos pontos que serão analisados. 

Hoje veremos algumas das tendências esperadas para a advocacia e que, de certo, já estão em progresso. Acompanhe!

Veja também: 

Os rumos da advocacia: 5 dicas para advogados e advogadas em início de carreira

O papel do advogado freelancer

Se antes da pandemia a contratação de advogados freelancers ou correspondentes jurídicos já era uma realidade, o cenário de crise fez crescer ainda mais o destaque para esse profissional.

Sobre o tema, foi ministrada interessante palestra durante o Legal Conference pelo advogado, CEO do Juris e cofundador da AB2L, Tomaz Chaves de Paula.

Na ocasião, o empreendedor levantou a importância desses profissionais para a gestão do departamento jurídico.

Cada vez mais departamentos jurídicos buscam aprimorar a sua metodologia como gestão, sendo essa uma forma de demonstrar o valor agregado pelo profissional da advocacia ao negócio. 

Nesse contexto, muito além de diligências simplistas, passa-se a contar com o profissional para a realização de tarefas complexas, de modo que ele se torne parceiro real do negócio. 

Economia de tempo e dinheiro 

Quando as atividades de fato normalizarem, não há dúvidas quanto ao ajuizamento de diversas demandas decorrentes do período da pandemia do coronavírus. 

E com o crescimento do número de demandas processuais pode ser desnecessário – e até mesmo inviável – que a equipe interna se desloque para a realização de audiências e demais atividades externas. 

Nesse momento, contar com profissionais que já estejam no local onde a diligência será realizada contribui para a economia de tempo e de dinheiro de escritórios ou departamentos jurídicos. 

Experiência do cliente

Além de ser uma economia de tempo e de dinheiro com hospedagens, os advogados ganham espaço na agenda para realizarem outras atividades que não podem ser terceirizadas. 

Exemplos disso são a nutrição do relacionamento com clientes e prospecção de novas demandas.

Adoção de novas ferramentas

Para além das ferramentas necessárias à própria comunicação corporativa, a advocacia já não está encarando a tecnologia como possibilidade de substituição do profissional, mas sim como forma de otimizar a sua atuação. 

Nesse sentido, a disseminação do visual law e da jurimetria são algumas das ferramentas cada vez mais presentes em departamentos jurídicos que buscam constante reciclagem e modernização. 

Vejamos a seguir as particularidades de cada uma delas. 

Visual Law

Seja em petições para facilitar a compreensão pelos envolvidos no processo, seja em infográficos distribuídos à população ou em, ainda, em uma reunião com o cliente. 

O visual law é a ferramenta que torna a comunicação jurídica mais simples e empática àquele que precisa compreendê-la. 

Não apenas para os leigos, investir em peças processuais claras e objetivas é uma forma de contribuir para que o magistrado tenha em mente o que de fato é importante para a sua decisão. 

Nesse sentido, foi recentemente lançado um projeto pelo TJRS visando justamente simplificar a elaboração dos documentos jurídicos. 

Aproveite para ver também:

Por que advogados deveriam investir no visual law?

Jurimetria 

Deixou de ser necessário que advogados gastem horas pesquisando jurisprudência para fundamentarem suas peças processuais ou para compreenderem o posicionamento de determinado julgador. 

Antes da revolução dos dados e da inteligência artificial a única opção era, de fato, essa. Mas hoje a realidade mudou. Para complementar a expertise dos anos de prática forense com o uso de dados e inteligência artificial a jurimetria já está presente em grandes escritórios e departamentos jurídicos.

Assista ao vídeo abaixo e descubra como a jurimetria pode te ajudar nesse novo momento da advocacia.

Mudança de cultura e de paradigmas preexistentes

A mudança de cultura também se verifica em escritórios e departamentos jurídicos quando esses passam a considerar a utilização de metodologias como o agilismo, sendo uma forma de reduzir a subordinação e hierarquia entre seus colaboradores. 

Com o incentivo ao ganho de autonomia, busca-se formar um time que tenha seu próprio ritmo de trabalho e que não dependa da figura do gestor para apresentar resultados e atingir metas. 

Se você tem interesse em conhecer mais sobre o agilismo leia também:

Metodologia Ágil para advogados


Chegamos ao final de mais um artigo e hoje te convidamos a conhecer um pouco mais sobre a plataforma da Turivius na rotina do seu escritório ou departamento jurídico. 

Aproveite para colocar em prática a jurimetria na área tributária, bem como a pesquisa jurisprudencial inteligente e a gestão de conhecimento com compartilhamento dos melhores julgados selecionados por sua equipe.

Clique aqui e faça o teste gratuito!

Inscreva-se para receber notícias

Não perca nenhuma notícia publicada no blog da Turivius!

Turivius: sua nova forma de fazer pesquisa jurisprudencial tributária

Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email

Publicações Relacionadas